Blitz - O Império Que Nunca Dorme

          O espetáculo simboliza pela ótica da sátira com elementos e signos que representam o poder opressor do Estado e da mídia corporativa, ressignificando o que está posto escamoteado pelo senso comum na intenção de ressaltar a potencialidade estética e dramatúrgica do que nos é apresentado como comum no dia a dia.
Criação Coletiva.
Direção - Caio Martinez Pacheco.
Atores - Bruna Telly, Caio Martinez Pacheco, Fábio Piovam, João Paulo Pires, João Luiz Pereira Junior, Raquel Rollo, Sander Newton e Wendell Medeiros.
Direção musical, figurino e cenário - Trupe Olho da Rua.
Produção - Raquel Rollo e Caio Martinez Pacheco.
Iluminação - Deus ou o Sistema Solar.
Duração - 60 minutos
Classificação - livre.